Pesquisar neste blogue

3 de novembro de 2014

Mega Show do #King confirma popularidade de #NGA // Resumo por Seu Nelson

10460821_715248045231087_3503581279506973393_n

O Pavilhão da Cidadela Desportiva foi o local escolhido para o Mega Show de apresentação do Álbum “King” do Rapper Made In LS, NGA. Numa produção da Milionário Entertainment, Toka Do Bandido e Madtapes.

A Abertura do Show esteve a cargo do Grupo de Break Dance “Estilo Urbano” que mais uma vez levaram corações aos saltos com cada salto que davam. Estilo Urbano esta se parabéns também, o grupo de Break Dance mais conhecido na cena Hip Hop Angolana

O Show começou 24 minutos depois da hora marcada, mas que foi um detalhes que quase não se viu a julgar pelo muito bom trabalho de Warm Up e Djeing do Sr. Dj Da Soul Rocka Wall Gee, que nos pratos não deixou a animação do show em mãos alheias.

Dj Wall Gee, fez muito bem o seu trabalho e a nossa equipa o felicita por isso. Eram 19h54 minutos quando os Filhos da Ingombotas subiram ao palco com toda Atitude, Garra e Determinação.

HDA, Heróis das Ingombotas ou Bandidagem da nova era como preferirem, mostraram a todos os presentes que vieram pra ficar no Rap Game, com vozes muito bem cruzadas e uma performance muito própria pra um grupo, HDA fez dos seus 15 minutos de fama, o que poucos grupos fizeram em vários minutos. Foi sem sombra de duvidas muito bom assistir o regresso do grupo numa faceta musical.

Delcio Dólar e o seu Acima do Olimpo pisaram o palco em seguida. O Hit Acima do Olimpo, foi aplaudido pelo público que vibra a cada batida da música e que sempre ajuíza quando uma música é Hit ou não.

TRX, foi o terceiro convidado, o grupo que é composto por mais de 6 Elementos, apresentou-se apenas com L.F.C, Kiamo e Addy Buxexa, que no principio da Semana passada anunciou via Redes Sociais a sua saída do grupo por motivos internos. TRX, espalhou alegria e arrancou gritos do público que gosta da sua música.

Enock é sem sombra de dúvidas, o rapper com o Hit do momento. Banzelo que já havia passado pela Playlist do Dj Wall Gee arrancando gritos da multidão, bizou na estreia do Artista. Parabéns Enock e boa caminhada.

Era chegada a vez dos anunciados convidados e a Madtapes não se fez esperar, mandou a sua Majestosa Majestade, nossa Senhora do Bom Rap, sua Excelência EVA RAPDIVA. A Rainha Ginga do Rap, trouxe lição estudada e muito bem, num estilo bem original.

Eva RapDiva apresentou o tema “Rainha Ginga do Rap” com uma coreografia muito bem ensaiada por um grupo de meninas que terminou com a coroação pública da Menina linda do Rap Mangolê.

Eva mandou alguns recados pra todas aquelas meninas que reclamam a titularidade da Coroa a seguir atirou-a para o púbico, porque segundo a artista a coroa pertence ao “Publico”.

És uma Estrela foi a segunda proposta da Rainha já sem qualquer Coroa, e a seguir deu o espaço que se deve dar ao DJ nos concertos de Hip Hop e DJ NC (Angola Scratch Dj´s) deu-nos alguns segundo de Scratch e Freestyle por cima do Beat Hip Hop do Dead Prez, Seguiu com “Pega o mic” e mandou o seu verso do Remix “Fuba” Versão Feminina do projecto do Dj Soneca.

Como mais um truque duma jogada ensaiada, Eva RapDiva e Dj NC, estrearam o Remake ou Remix da música Sexo, Drogas, Damas e Massa, numa produção de Dj NC.

Parabéns a Diva do Rap, Rainha sem coroa pela performance digna de um concerto de Hip Hop.

Lucássio foi o outro nome da Madtapes a pisar o palco. O menino franzino da voz poderosa, deu o ar da sua graça acompanhado do seu Background, e mostrou o que vem no seu trabalho Discográfico. Lucássio cantou Aleluia, Faz parte… cantou ainda corrente e pediu ao publico que fizesse uma corrente de energia positiva para o estado de saúde do seu companheiro Kid MC. Aproveitou depois pra chamar Fly Squad que aproveitou pra vender o seu Peixe com relação a sua querida RRPL e seus gladiadores pra em seguida mandar o seu verso da música “Nada a temer” de Kid MC.

Era chegada a vez do Prato Principal…

Directamente da Linha de Sintra… Monsta, O menino bonito da Dope Boys foi aplaudido com muitíssimo barulho, deu pra notar lágrimas nos rostos de algumas meninas que se encontravam no recinto a espera do momento. Monsta foi o Missionário da caravana, com a missão de abrir a performance da Família FS no Megga Show de apresentação do álbum “King

Deezzy subiu pra ajudar o seu companheiro no terceiro tema e provar que estava mesmo na hora de ser servido o Prato Principal, feito pra o Mundo nas cozinhas da Linha de Sintra. O mano da voz melódica fez soar outros tantos gritos e assobios cantando com o publico os seus sons

Prodígio, Pro2da, Filho do Rei o seu lá qual dos nomes preferes, é de verdade um dos Rappers mais queridos do Rap em Angola. Num top 10 dos mais queridos versão RAP, creio mesmo que o homem estaria nos 3 lugares cimeiros, a julgar pela forma como o homem é aplaudido e acompanhado em coro, sempre que sob em palco. Ousado, Prodígio divertiu se cantando com seu Filho “Monsta” e seu companheiro Deezzy, Dope Boys estavam mesmo representados e só faltava o Rei NGA, que vestido de branco entrou em palco cantando o seu verso da música “Má vida” de Dji Tafinha do álbum duetos. Afinal o publico foi pra um Megga Show de NGA e não maiou em ensaiar as músicas em casa, pra canta-lás no show, e assim o fez. Dope Boys foram acompanhados em coro pelo público presente que numa dada altura levou me a pensar que estava no concerto NGA e 7000 vozes.

O Loirinho nas pontas, e a sua equipa aproveitaram pra agradecer o publico pelo apoio e ainda distribuíram copias físicas da Mixtape “FS4Life” o ultimo trabalho do grupo Força Suprema que foi disponibilizada pra Download e ainda algumas copias do álbum “King”

Masta o Baby G e Don G o Padrinho completaram a cena e pintaram a Família FS no palco da Cidadela Desportiva

Foram mais ou menos uma hora e meia só de FS show e foi pouco a julgar pela quantidade de Hits que essa Família tem. O publico pediu mais, mas não foi atendido, também se fosse, acho que seriam precisas mais 10 horas pra minimizar o repertório da FS Fam.

O show teve os seus pontos negativos que desde já me permitam menciona-lós, senão a exagerada Medida de Segurança que obrigou-nos a todos a descalçar pra revista de segurança, tentando impedir que se levasse pra o interior do recinto objectos que pudessem criar algum mal dentro do recinto, Álcool e Cigarros. Exagerada pois tal não resultou ao todo, porque pareces que muitos não foram revistados e dentro do recinto, estavam com os tais obejctos proibidos. Por outro lado, notamos que houve alguma imprensa privilegiada (tratados como filhos) e outros não privilegiados (tratados como enteados), visto que encontraram inúmeras dificuldades para poderem fazer o seu trabalho.

Outro negativo que importa realçar é mesmo a qualidade sonora, que sabemos não ter sido ao todo, culpa de Produção, mas também problema do recinto que ecoa e tira sempre algum brilho a qualidade do som

Nossos parabéns a Milionário Entertainment pela ousadia, a Toka do Bandido e a Madtapes pela aposta.

Obs: Fotos e Reportagem (Vídeo) nas próximas horas

Sem mais de momento:

Por: Seu Nelson Campos

1 comentário:

  1. Tirando as partes negativas, foi um grande show...

    ResponderEliminar